Dispensação

MormonWiki, a enciclopédia livre sobre os mórmons escrita da perspectiva dos membros fiéis.<br> ''<nowiki>http://pt.mormonwiki.com/</nowiki>Dispensa%C3%A7%C3%A3o''

Icon tools 30px.png Este artigo ou seção precisa ser wikificado.
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
(maio de 2009)

Dispensação do evangelho é um período de tempo não determinado em que o Senhor tem pelo menos um servo autorizado na terra que possui as chaves do Santo Sacerdócio e que tem uma comissão divinamente designada para levar o evangelho à humanidade.

Quando o Senhor organiza uma dispensação, o evangelho é revelado novamente para que o povo daquela dispensação não tenha que depender das dispensações passadas para o conhecimento do Plano de Salvação e do evangelho.

A dispensação é frequentemente associada a quem está a cabeça da igreja. No Velho Testamento, Adão, Enoque, Noé, Abraão, Moisés são considerados chefes de uma dispensação. Quando Jesus Cristo veio a terra, Ele marcou o início de uma outra dispensação. Nos últimos dias, o Senhor chamou Joseph Smith para prenunciar o que é conhecido como a “dispensação da plenitude dos tempos.”

Além disso, sabe-se que houve dispensações do evangelho entre os Nefitas e Jareditas no Livro de Mormon, assim como entre as tribos perdidas de Israel. Melquisedeque, depois dele é assim que o Sacerdócio é chamado, também poderia ser incluído na qualidade de chefe de uma dispensação, como também João Batista. Ambos os homens de posse o Santo Sacerdócio ensinou o evangelho para as pessoas e foram singulares em suas épocas. Há muitos outros Profetas do Senhor, que realizou o sacerdócio e conhecia o evangelho. Embora pouco se sabe sobre eles, esses homens como Abel, Isaías, Gad, Jeremias, Caleb, Jetro, Zenoque e Zenos também poderiam ter sido chefes de dispensação.

Cada uma das dispensações tem uma característica, de alguma forma ou de outra. Adão por exemplo, abriu o caminho para o homem vir a terra; Enoque foi transladado; Jesus expiou pela humanidade e ressuscitou; Joseph Smith foi o escolhido para a restauração do evangelho de Deus aqui na terra.

Embora na Bíblia contenha algumas informações históricas sobre os anciãos e profetas do velho testamento, é a revelação dos últimos dias que mostra claramente que os líderes das dispensações anteriores tinham o Evangelho de Jesus Cristo e foram chamados e ordenados por Ele.


Escrituras.

  • “E envie ele a Jesus Cristo, que já dantes foi pregado. O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas desde o princípio.” (Atos 3:20-21)


  • “De tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra.” (Efésios 1:10)


  • “A quem confiei as chaves de meu reino e uma dispensação do evangelho para os últimos tempos; e para a plenitude dos tempos, quando reunirei em uma todas as coisas, tanto as que estão no céu como as que estão na terra.” ( Doutrina e Convênios 27:13)


  • “ Depois disto, Elias apareceu e conferi-nos a dispensação do evangelho de Abraão, dizendo que em nós e em nossa semente todas as gerações depois de nós seriam abençoadas. Concluída essa visão, outra grande e gloriosa visão abriu-se para nós. Pois Elias, o profeta, que fora levado ao céu sem experimentar a morte, apareceu diante de nós e disse: Eis que é chegado plenamente o tempo proferido pela boca de Malaquias – testificando que ele [Elias, o profeta] seria enviado antes que viesse o grande e terrível dia do Senhor – Para voltar o coração dos pais para os filhos e dos filhos para os pais, a fim de que a terra toda não seja ferida com uma maldição – Portanto as chaves desta dispensação são confiadas a vossas mãos; e assim sabereis que o grande e terrível dia do Senhor está perto, sim às portas.” (Doutrina e Convênios 110: 12-16)


  • “Eu poderia ter feito uma tradução mais clara, mas é suficientemente clara como está, para servir ao meu propósito. É suficiente saber, neste caso, que a terra será ferida com maldição, a menos que exista um elo de ligação de um ou outro tipo entre dos pais e filho, sobre um assunto ou outro - e qual é este assunto? É o batismo pelos morto. Pois nós, sem eles, não podemos ser aperfeiçoados; nem eles, sem nós, ser aperfeiçoados. Nem podem eles nem podemos nós ser aperfeiçoados sem os que morram no evangelho; pois é necessário, na introdução da dispensação da plenitude dos tempos, dispensação essa que está começando a introduzir-se, que uma total, completa e perfeita união e fusão de dispensações e chaves e poderes e glórias ocorram e sejam reveladas desde os dias de Adão até o tempo atual. E não somente isso, mas as coisas que nunca se revelaram desde a fundação do mundo, mas que se conservaram ocultas aos sábios e prudentes, serão reveladas a crianças e recém-nascidos nesta dispensação, que é a da plenitude dos tempos. Agora, o que ouvimos do evangelho que recebemos? Uma voz de alegria! Uma voz de misericórdia do céu; e uma voz de verdade saindo da terra; alegre novas para os mortos; uma voz de alegria para os vivos; boas novas de grande alegria. Quão formosos são sobre os montes os pés daqueles que anunciam as alegres novas de coisas boas e que dizem a Sião: Eis que teu Deus reina! Como o orvalho de Carmelo,assim descerá sobre eles o conhecimento de Deus! E também, o que ouvimos? Alegres novas de Cumora! Morôni, um anjo do céu anunciando o cumprimento dos profetas – o livro a ser revelado. A voz do Senhor no ermo de Fayete, Condado de Sêneca, anunciando as três testemunhas que testificariam quanto ao livro! A voz de Miguel às margens do Susquehanna, identificando o diabo quando apareceu como um anjo de luz! A voz de Pedro, Tiago e João no ermo entre Harmony, Condado de Susquehanna, e Colesville, Condado de Broome, no rio Susquehanna, declarando-se possuidores das chaves do reino e da dispensação do plenitude dos tempos! E também a voz de Deus no quarto do velho Pai Whitmer, em Fayette, Condado de Sêneca; e em várias ocasiões e em lugares diversos, durante todas as viagens e tribulações desta Igreja de Jesus Cristos dos Santos dos Últimos Dias! E a voz de Miguel, o arcanjo, e a voz de Gabriel e de Rafael e de diversos anjos, de Miguel, ou seja, Adão, até o tempo atual, todos anunciando sua dispensação, seus direitos, suas chaves, suas honras, sua majestade e glória e o poder se seus sacerdócio; dando linha sobre linha, preceito sobre preceito; um pouco aqui, um pouco ali; dando-nos consolação pela proclamação do que para vir,confirmando nossa esperança!” (Doutrina e Convênios 128: 18-21)
Ferramentas pessoais
Outras línguas